domingo, 27 de outubro de 2013

Robalo no forno com presunto e batatas

Se gostas de peixe bem temperado e com molho para o pão, esta é a receita ideal. Bom proveito!




Ingredientes 
(4 pessoas)
  • 2 robalos
  • 1 cebola grande
  • 4 batatas grandes ou mais ou menos 800 gr de batatas pequenas para assar
  • 3 dentes de alho
  • 1 copo de vinho branco
  • sumo de 1/4 de limão
  • 2 raminhos de poejo (erva aromática muito utilizada no Alentejo) - facultativo
  • 1 fatia pequena de presunto
  • 1/4 de pimento vermelho
  • 1/4 de pimento verde
  • 4 colheres de sopa de tomate pelado em pedaços
  • 1 colher de sopa de polpa de tomate
  • 1 colher de chá de pimentão doce
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 1 colher de sopa de margarina
  • Sal e pimenta
Preparação

  • Quando comprares o peixe, pede para o arranjarem e darem uns cortes. Para o forno prefere os peixe grandes.
  • Prepara as batatas, corta a cebola em rodelas, os alhos e os pimentos às tiras. Coloca tudo na assadeira tendo o cuidado de colocares a cebola no fundo.
  • Num copo mistura o vinho com o pimentão doce e o sumo de limão. Deita metade sobre as batatas, assim como o tomate pelado e em polpa. Tempera com sal e pimenta e mistura tudo. 
  • Coloca o peixe na assadeira (fazendo uma ''cama'' nas batatas). Nos cortes, na cavidade da barriga e na cabeça, coloca as ervas, pimento, cebola, tomate e alho. Verte o restante vinho com limão e pimentão doce em cima do peixe. Tempera com sal e pimenta. 
  • Rega com o azeite e coloca umas nozes de margarina em cima do peixe.
  • Leva ao forno, pré aquecido, deixa cozinhar a 180ºC até as batatas estarem prontas.
BOM APETITE!

Chaves para decorar o quarto dos teus filhos


O quarto deve relaxar e estimular a criança, ajudá-la a descansar e a estudar…e acima de tudo, deve crescer com ela.

Espaços pequenos, grandes soluções

Multiplica o espaço para arrumação. Coloca gavetões debaixo da cama e decora com puxadores coloridos, é fácil mudá-los e adaptá-los ao seu gosto à medida que crescem. Elege materiais de qualidade, ferragens seguras e de boa qualidade.



Uma cama, três etapas

A cama é um móvel que se deve adaptar às diferentes necessidades de descanso da criança. As camas evolutivas são uma solução, ou então opta por uma que não tenha um estilo demasiado infantil. Uma aposta segura: um modelo de linhas retas em madeira.


Zona de estudo

A partir dos 5/6 anos a zona de brincar começa a deixar de fazer tanto sentido. A  zona de estudo ganha importância no quarto da criança. Na escola é quando começam a abordar a leitura, a escrita e outras matérias que requerem mais concentração. Essa alteração também se deve refletir no seu quarto. Deve favorecer a concentração, assim tem em atenção a iluminação, a mesa de estudo torna-se um elemento de muita relevância, e os brinquedos vão ficando em segundo plano.

  • É importante que a criança se habitue a trabalhar sempre no mesmo sítio e que este seja um local comodo e agradável. Deve ter um quadro magnético ou de cortiça para colocar os seus desenhos, horários, tarefas, etc. Não esquecer uma estante para os livros e material escolar. O ideal é poderes contar com três espaços distintos dentro do mesmo quarto: para brincar, para estudar e para dormir.
  • A luz artificial deve colocar-se de forma a que ilumine bem o material de estudo, mas não incida sobre a vista. Para estudar com comodidade deves colocar uma iluminação geral suave, e um candeeiro direcionado na secretária.
  • A temperatura deve estar mais ou menos nos 20ºC. O ambiente deve estar limpo e em ordem.
  • A ordem e a organização do quarto ajudarão a estudar. É importante que os brinquedos e jogos estejam fora do alcance da vista da criança: vê-los pode distrai-los do estudo. Basta um baú, ou uma caixa grande para os poderes esconder.
  • Evita o barulho na hora de estudar. Se a criança tiver TV, consola ou música no quarto, devem estar desligados na hora de estudar. Há que eliminar as distrações para favorecer a concentração. 



Três móveis indispensáveis

  • Secretária: deve ter, no mínimo 1,20m de largura e 60cm de profundidade. Convém ter pelo menos uma gaveta para guardar os lápis.
  • Cadeira: escolhe uma que tenha uma altura proporcional à secretária ( ambas devem ser adequadas à altura da criança). É importante que tenha o encosto das costas alto. Prescinde das rodas até que a criança tenha 8 ou 9 anos.
  • Estante: Para ter os livros e cadernos sempre em ordem e à mão.



Um mundo de cores
  • Até dois anos: Aposta em formas simples e cores básicas. O preto e o encarnado são  as primeiras cores que o olho humano distingue, mas no quarto do bebé os tons suaves ajudam a criar um ambiente de descanso.
  • De 2 a 5 anos: As crianças identificam ações, como tal podes pintar um mural com personagens realizando uma atividade (jogando à bola, comendo maçãs, lendo um conto…). Nesta fase a cor deve estimular, para animar a sua vitalidade.

  • A partir dos 6 anos: As personagens têm muita importância, visto que as crianças se identificam mais com elas (ex: piratas, princesas…). Mas podes optar por algo mais didático como mapas mundi de animais, monumentos, etc. muito uteis para que aprendam a situar-se no mundo. Introduz as cores terciárias: pedra, caqui, e assim educas a estética.



Tecidos para peles delicadas

Os tecidos ecológicos e hipoalergénicos protegem a pele delicada das crianças. O algodão natural é sempre uma aposta segura. Os colchões, almofadas e cortinas, podem ter uma proteção anti ácaros, pois é neles que se acumula mais pó.

Brincar ajuda a crescer

Ao pais devem brincar com os seus filhos, torna-os mais confiantes, favorece o contacto e ajuda a fortalecer o vinculo afetivo. Assim, o quarto das crianças deve ser versátil, estimulante e comportar três fases distintas:

  • Estar com a mãe: Um recém nascido precisa de um espaço neutro. O quarto deve apenas ter em atenção as necessidades da criança e da mãe: ter tudo à mão e ser tranquilo para cuidar do bebé.
  • Um lugar para descobrir: Uma vez implementados os princípios do conforto, segurança, circulação e organização, podes dar-lhes a conhecer o mundo que os rodeia, podes começar pelas cores do seu quarto.
  • Um espaço próprio: Podes educar através do espaço. Aprender a guardar, arrumar e respeitar. Ao crescer o espaço próprio é fundamental, o seu quarto é o seu refugio, e ainda mais quando chegar à adolescência.

4 truques de decoração

Para quartos pequenos podes optar por camas altas com zona de estudo em baixo.

  • Zona calma: Os quartos de bebé (até 2 anos) precisam de poucos elementos, mas um dos mais importantes é criar uma zona calma, que se pode fazer com  um tapete e várias almofadas. Nessa idade, as crianças aprendem com os 5 sentidos, como tal,  é fundamental evitar superfícies rijas.
  • Facilitar a arrumação: Á medida que crescem, o espaço vai ficando cada vez mais cheio e é difícil mantê-lo arrumado. Os móveis devem estar acessíveis à criança, para facilitar a criação de hábitos de arrumação. Baús e caixas são peças muito práticas.

  • Criar cantos: As crianças gostam de ter zonas de interesse distintas e cantos onde possam estimular a imaginação. Quando crescem, a zona de estudo toma importância e a zona de brincar deve ser transformada num espaço chill out com pufs.
  • Destralhar: A tarefa dos pais consiste em guardar apenas o necessário (não acumular) e usar móveis que aproveitem ao máximo o espaço.


Um lugar para cada coisa

Um lugar para cada coisa e cada coisa no seu lugar. Para que a criança aprenda a arrumar, é imprescindível que penses o quarto de modo a favorecer a ordem.  Tudo deve ser pensado ao detalhe para que responda a todas as necessidades de arrumação. Jogos, brinquedos, legos…devem ter um sitio próprio para serem arrumados.




Para guardar a roupa deves pensar num roupeiro com duas barras para pendurar, mais tarde podes retirar a barra de baixo e colocar gavetas. Dever ter um cabide destinado à roupa preparada para o dia seguinte. As meninas precisam de mais caixas e cestinhos para guardar os ganchos, bandoletes, laços, colares, lenços…O armário dos rapazes pode ser mais sóbrio.


O meu irmão e eu, ideias a dobrar

Quando o uso do quarto é partilhado, deves dar primazia à funcionalidade. Este é o ABC dos quartos para dois…ou mais.

A – Boa circulação. Tens que otimizar o espaço para que as crianças se sintam bem, seja a brincar, seja a estudar. É importante que o quarto ‘’respire’’ e que tenha o máximo espaço de circulação.

B – Igual para os dois. Há que ir de encontro à igualdade entre irmãos. Tenta que as condições de bem estar sejam o mais idênticas possível. Ter o máximo de arrumação – que deve ser a dobrar. Se tens apenas um roupeiro, faz com que tenha duas zonas iguais mas diferenciadas.

C – Harmonia e equilíbrio. Se as idades são muito diferentes, o melhor é optares por uma decoração neutra e serena, onde ambas as idades convivam em harmonia. O mais importante é que consigas um estilo acolhedor.





As crianças devem opinar sobre a decoração?
A partir dos 7 anos uma criança já dispõe de alguns critérios para colaborar e ajudar a decidir certos aspetos da decoração do seu quarto, o que o pode ajudar a definir a sua personalidade e gostos. Devem participar, mas a ultima palava tem que ser sempre dos pais, pois deve seguir uma linha que vá de encontro aos valores da família.
No seu quarto é importante que a criança aprenda o respeito pela intimidade. Bater à porta antes de entrar, respeitar os objetos e materiais de todos e não invadir o espaço do outro. O melhor é seres tu a dar o exemplo.


Fonte: elmueble.com
Fotos: Pinterest

domingo, 20 de outubro de 2013

Tarte de maçã à americana




Esta tarte de maçã é deliciosa, muito rápida de fazer e ótima para impressionar os convidados.

Ingredientes:
Maçãs cortadas aos pedaços grandes, até encher muito bem a tarteira (sem casca e sem caroços)
1 pau de canela
2 cabeças de cravinho
2 colheres de sopa de farinha maisena
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de café de canela em pó
 2 embalagens de massa quebrada


Preparação:
Descasca as maçãs em cubos até encher a tarteira. Coloca as maçãs num tacho juntamente com o açúcar o pau de canela e o cravinho. Tapa  e deixa cozinhar.
Quando as maças estiverem meio cozidas desfaz a maisena num pouco de água e junta ao preparado. Vai mexendo e junta a canela em pó. Quando a maisena engrossar um pouco desliga o fogão.
Forra a tarteira com uma das bases de massa quebrada. Enche com o preparado de maçã (retirando as cabeças de cravinho e o pau de canela) e cobre com a outra base de massa.
Une bem as abas da massa dobrando-as uma com a outra. Decora como achares melhor.
Eu gosto de pincelar com gema de ovo para ficar douradinha, mas é opcional. Faz um furo no meio para o vapor ir saindo.
Leva ao forno a 180ºC até a massa estar cozida.

BOM APETITE


sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Desafio: 52 semanas a poupar

Poupar pode ser um desafio, um jogo, mas com um propósito: ter algum dinheiro de parte para um momento de maior necessidade, ou então….simplesmente para gastar connosco em algo que sempre quisemos mas que nunca pudemos.
O que fazer com o dinheiro é uma decisão tua, mas gostava que me acompanhasses neste desafio. Eu comecei esta semana, e tu?



quinta-feira, 17 de outubro de 2013

12 exemplos para os teus filhos


As crianças imitam o que vêm em casa, mesmo as coisas mais insignificantes têm influencia nos seus comportamentos futuros. A isto chama-se aprendizagem. Melhora o teu estilo de vida e estarás a ajudar os teus filhos.

12 ideias para por em prática hoje mesmo:

·         Refeições  sempre a horas
·         Sopa de legumes ao almoço e ao jantar
·         Saladas e legumes são obrigatórios no prato
·         Substitui a sobremesa por fruta
·         Toda a família come do mesmo, nada de pratos especiais para crianças que não gostam de nada
·         Refrigerantes só ao domingo, nos outros dias a bebida é água
·         As crianças devem ajudar na cozinha e nas compras
·         Substitui snacks e barras energéticas por frutos secos
·         Reduz para metade o tempo que passas em frente à televisão
·         Usa as escadas em vez do elevador
·         Anda mais a pé
·         Passeia e brinca mais com os teus filhos

Os teus bons hábitos melhoram o futuro dos teus filhos!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Requeijão com doce de abóbora

Para mim esta é uma das melhores e mais fáceis sobremesas que existem.

Requeijão com doce de abobora. Podes juntar nozes. E é só!

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Arrumação diária



Arrumar o que está fora do lugar é um dos processos importantes da limpeza da casa.  Poupas tempo e energia e melhoras o aspeto da casa. Mesmo que tenhas empregada há sempre alguns trabalhos que precisas de fazer.

Tarefas a realizar diariamente que facilitam a tua vida:

·        Fazer as camas
·        Esvaziar os cestos de lixo e papeis
·        Colocar a roupa suja num único cesto
·        Mesa e bancadas da cozinha sempre limpas
·        Loiça lavada e sempre arrumada no lugar
·        Não acumular roupa suja
·        Não acumular roupa por passar a ferro
·        Separar a correspondência diária: a tratar, arquivar ou deitar fora
·        Guardar o que estiver fora do lugar


Se dedicares 15 minutos por dia a realizar pequenas tarefas, quando menos esperas tens a casa arrumada. Lava a loiça logo a seguir ao jantar, percorre a casa com um saco e esvazia todos os cestos com lixo, guarda o que estiver fora do lugar, quando vais para a cama arruma a roupa no armário….

Arranja soluções simples para manter tudo no seu lugar, caixas, cestos, potes, etc. Coloca objetos similares no mesmo lugar.
Não deixes o interior dos armários desarrumado. Organiza-o de forma a que sempre que precisares de uma peça a encontres facilmente. Organiza-o por categorias: camisas, calças, saias, vestidos, etc.
Arruma as gavetas, uma de cada vez, deita fora o que não precisas e pára apenas quando terminares.

domingo, 13 de outubro de 2013

Bolachinhas de limão

Estas bolachinhas são deliciosas. Ótimas para acompanhar um chá e são sempre uma boa escolha para enviar na lancheira para a escola.

Ingredientes:
100gr de manteiga
150gr de açúcar
Raspa de 1 limão
2 claras
250gr de farinha com fermento
Manteiga para untar
Açúcar para polvilhar
1 gema para pincelar

Preparação:
Bate a manteiga com o açúcar. Junta as claras e a raspa de limão. Junta a farinha.
Molda as bolachinhas, ou bolinhos se preferires.
Coloca num tabuleiro forrado com papel vegetal e untado com manteiga.
Pincela cada bolachinha com gema de ovo batida e polvilha com umas areias de açúcar.

Leva ao forno a 180ºC 12 a 15 minutos cada tabuleiro.

Perna de cabrito no forno com batatas, cenouras e couves de Bruxelas

                    


Nos domingos, se estamos em casa, faço sempre um almoço mais elaborado. Não quer dizer que dê muito trabalho, mas é sempre diferente do que cozinho durante a semana.
Como tinha perna de cabrito no congelador…aqui vai!
O cabrito também pode ser borrego, e a perna também pode ser mão. É o que estiver disponível.
As couves de Bruxelas são frescas, compradas na praça de Benfica, as congeladas desfazem-se muito.

 
Ingredientes:
1 perna de cabrito
Batatas para assar
Couves de Bruxelas (frescas)
1 cebola
4 bons dentes de alho
2 raminhos de alecrim
2 colheres de café de pimentão doce
1 colher de café de pimenta em grão (esmaga alguns grãos)
1 colher de sopa de banha
2 colheres de sopa de azeite
Sumo de ¼ de limão
1 dl de vinho branco

Preparação:

Primeiro descasca as batatas, as cenouras e arranja as couves (se tiverem folhas feias retira-as), corta a cebola grosseiramente.
Na assadeira coloca a mistura de legumes e tempera com sal, pimenta, 1 colher de café de pimentão doce, um pouco do alho, um raminho de alecrim e coloca umas nozes de banha. Rega com um pouco de vinho branco. Mexe tudo com as mãos.

Numa tigela mistura o vinho, sal, o restante alho, 1 colher de café de pimentão doce, pimenta, o sumo de limão e o restante alecrim. Mistura tudo e massaja a carne com o preparado. Coloca por cima dos legumes na assadeira e coloca umas nozes de banha e rega com um pouco de azeite.

Está pronto a colocar no forno, mais ou menos 1h30m/200ºC (podes baixar depois para 180ºC). Vai regando com o molho sempre que necessário.

Que delicia….não te esqueças de acompanhar com um copo de vinho tinto.



sábado, 12 de outubro de 2013

Organiza o quarto dos teus filhos

Poucas divisões da tua casa têm  necessidades de arrumação que alteram permanentemente. Camas com gavetões, móveis à medida e peças que se adaptam ao crescimento… são algumas soluções.


ü  Uma estante à medida
Os teus filhos têm mais livros que brinquedos? Então precisas de uma boa estante. Escolhe uma cuja altura seja adequada (não mais de 1,80m), fixa-a à parede para evitar que o seu peso a possa tombar.

ü  Ao redor da janela
Não desperdices o espaço, nem mesmo que seja por baixo da janela ou o existente entre pilares. De certeza que encontrarás uma solução à medida para aproveitar todos os metros disponíveis.

ü  Caixas com etiquetas
Quantos mais coisas tens, mais organizada tens que ser. Identifica caixas e cestos com informação do que contêm. Desta forma, arrumar é mais simples e localizar o que pretendes também.

ü  Em ângulo e ao alto
Precisas de duas camas e de muito espaço de arrumação? Uma boa solução é uma estrutura à medida, colocando camas em L. Alguns modelos até aproveitam o angulo que as camas formam para incluir uma zona de estudo.

ü  Caixas e cestos: aliados da ordem
Assim podes tirar partido de toda a profundidade de um armário e permitem transportar os brinquedos facilmente. Caixas e cestos são grandes aliados nos quartos de criança. Escolhe o seu tamanho, pelo que pretendes colocar lá dentro. Opta por materiais leves e resistentes, como fibras ou plástico.



ü  Tudo na parede
Um quarto infantil deve ter espaço para guardar, dormir e brincar, seja qual seja a sua área. Para brincar é importante garantir um mínimo de 1,5x1,5m. A cama com gavetões é ideal se necessitas de mais arrumação.

ü  Camas sobrepostas assimétricas
É a solução ideal para quartos com uma parede grande (3 a 3,2m), mas estreitos. Em comparação com os beliches tradicionais, estas são mais práticas, o acesso às duas camas é mais fácil e é possível colocar arrumação na parte inferior. Também é possível aproveitar o espaço por baixo da cama superior para criar uma zona de estudo.


ü  Caixas com rodas
O ideal é que as caixas que fiquem ao nível do solo, ou debaixo da cama e tenham rodas, para facilitar a sua movimentação. Podes usá-las para guardar roupa, sapatos ou brinquedos. As caixas para debaixo da cama têm cerca de 80cm de profundidade e permitem guardar peças grandes, como por exemplo os edredons.

ü  Um armário para a roupa
A arrumação da roupa deve estar perto de onde é necessária. Assim sendo, se tens disponível um espaço com 40cm de profundidade e 120cm de largura já podes planificar um roupeiro. Se as crianças são pequenas, a sua roupa também é pequena, por isso a distancia entre os varões e prateleiras também pode ser mais reduzido. Coloca as prateleiras a 20cm de distancia entre elas para a roupa dobrada. Para a roupa pendurada calcula mais ou menos 50cm de altura. É sempre melhor que as prateleiras sejam amovíveis, assim poderás ir adaptando o roupeiro ao ‘’crescimento da roupa’’.








ü  Um móvel com tudo integrado
Pensar em vertical é uma boa alternativa quando os metros não abundam a as necessidades de arrumação são muitas. Quando guardares, coloca em cima o que usas menos e nas prateleiras mais acessíveis o que usas diariamente, como fraldas, roupa interior, cremes…


ü  Um armário encastrado
Um armário encastrado é sempre um luxo: tem grande capacidade de arrumação e não deixa ver o interior. Lembra-te que as portas de correr ocupam nemos espaço que as de abrir. Instala iluminação no seu interior – se estiver bem iluminado é mais fácil guardar e encontrar o que se pretende.
Para não acumulares mais do que é necessário, duas vezes por ano revê o seu conteúdo. Se retirares apenas o que já não serve aos teus filhos (aproveita para dar a quem precisa) ficarás surpreendida com o espaço que ficará livre.

ü  Organiza o mais pequeno
Lápis de cor, bonecos, carrinhos….Se conseguires manter fora da vista os objetos mais pequenos, o quarto ficará muito mais leve e ordenado. Usa cestos e caixas com compartimentos. Se lhes colocares números, letras ou desenhos, podes ensinar-lhes que arrumar não é aborrecido.



Fonte: El Mueble
Fotos: Pinterest



COMO LIMPAR O SOFÁ

   O sofá devido ao uso, facilmente fica com zonas sujas e com mau aspeto, mas podes limpá-lo facilmente sem recorrer a serviços profissio...