domingo, 26 de maio de 2013

Bolo Mulato

 



Experimentei esta nova receita e gostei muito. É um bolo muito fofo e com um aroma maravilhoso.


Ingredientes:
500 gr de açúcar amarelo
70 gr de manteiga amolecida (+ ou – duas colheres de sopa bem cheias)
1 cálice de vinho do Porto
5 gramas de canela (+ou- duas colheres de café)
2 dl de leite
400 gr de farinha
5 gr de fermento em pó
5 ovos

Preparação:
Pré-aquece o forno. Unta um tabuleiro com manteiga e forra com papel vegetal, que também deves untar.
Num recipiente, coloca o açúcar, a manteiga e os ovos, bate muito bem até obteres um creme. Junta o leite e o vinho do Porto, mistura bem.
Adiciona a canela, e envolve aos poucos a farinha e o fermento em pó. Verte o preparado no tabuleiro e leva ao forno a 180ºC durante cerca de 40 minutos.
Depois de cozido, retira do forno, deixa arrefecer e corta.
Está pronto a servir.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Arrumação diária


Arrumar o que está fora do lugar é um dos processos importantes da limpeza da casa.  Poupas tempo e energia e melhoras o aspeto da casa. Mesmo que tenhas empregada há sempre alguns trabalhos que precisas de fazer.

Tarefas a realizar diariamente que facilitam a tua vida:

·        Fazer as camas
·        Esvaziar os cestos de lixo e papeis
·        Colocar a roupa suja num único cesto
·        Mesa e bancadas da cozinha sempre limpas
·        Loiça lavada e sempre arrumada no lugar
·        Não acumular roupa suja
·        Não acumular roupa por passar a ferro
·        Separar a correspondência diária: a tratar, arquivar ou deitar fora
·        Guardar o que estiver fora do lugar
 


Se dedicares 15 minutos por dia a realizar pequenas tarefas, quando menos esperas tens a casa arrumada. Lava a loiça logo a seguir ao jantar, percorre a casa com um saco e esvazia todos os cestos com lixo, guarda o que estiver fora do lugar, quando vais para a cama arruma a roupa no armário….

Arranja soluções simples para manter tudo no seu lugar, caixas, cestos, potes, etc. Coloca objetos similares no mesmo lugar.
Não deixes o interior dos armários desarrumado. Organiza-o de forma a que sempre que precisares de uma peça a encontres facilmente. Organiza-o por cat
egorias: camisas, calças, saias, vestidos, etc.
Arruma as gavetas, uma de cada vez, deita fora o que não precisas e pára apenas quando terminares.





Rosas: Beleza, elegância e frescura



Há tantas variedades de rosas, como infinitas são as suas cores. Em arranjos só de rosas ou em conjunto com outras flores, o êxito é garantido.

Rosas cor de rosa

As variedades de rosas nesta gama de cor são muito atrativas, já que oferecem diferentes tonalidades ao abrir, mostrando um centro de cor mais intensa e as pétalas externas mais claras. Uma grande gama de rosas cor de rosa e também malva podem encontrar-se nas variedades Cool Water, Sanaa e as famosas Pitimini.


Rosas Pitimini
Características: São rosas pequenas que abrem no máximo 2 ou 3 cm. Existem em grade variedade de variações de cor e tamanho.
Cultivo: No inverno, abrigadas, pedem humidade e muita rega.
Em ramo: A rosa pitimini cortada  precisa dos mesmos cuidados que uma rosa clássica, recortes no talo e renovação da água.





Rosas brancas
Destacam-se pela sua sobriedade e elegância, transmitem pureza. O ideal é combina-las com plantas verdes, assim destacam-se mais.






 

Rosas vermelhas
As rosas vermelhas são o símbolo universal do amor, a sua presença está carregada de caracter e força. Crescem facilmente no teu jardim.




Rosas de jardim: o que tens de ter em conta

É uma planta arbustiva de caule lenhoso e flor grande. Abre completamente e desprende um aroma intenso.

Cuidados básicos: Necessita de sol e um pouco de sombra, deve proteger-se do vento. Regam-se duas a três vezes por semana sem encharcar.
Fertilizante e poda: O ideal é adubar na primavera e podar em janeiro-fevereiro. É importante sulfatar para evitar a ferrugem e o pulgão.

Truques para cuidar de um ramos de rosas

Limpeza do caule: Antes de as colocares em contacto com a água, limpa-lhes os caules para que não apodreçam. Basta que deixes 4 ou 5 folhas na parte superior do caule.
Corte do caule: Deve cortar-se na diagonal. A cada dois dias deves tratar dos caules, cortando-os facilitando assim a absorção da água.
Manutenção:  Troca a água de dois em dois dias e adequa a jarra ao caule (não uses uma jarra baixa para talos altos). Um truque: Uma gota de lixivia na água e mantem-se clara e limpa. Quanto maior é o caule de uma rosa, maior será a flor e mais ampla a sua abertura.



Fonte: revista El Mueble

terça-feira, 21 de maio de 2013

Para apreciares a tua casa tal como ela é






Se te sentes cansada da tua casa, se só pensas em mudar, se a tua casa te deprime, o melhor é olhares para ela com uma nova perspetiva.


1-    O que te atraiu para a tua casa?
Não importa onde moras, provavelmente houve alguma coisa que te atraiu na tua casa quando a viste pela primeira vez. Foi a varanda, o chão, um pequeno quintal?
Quando vives algum tempo numa casa é natural começares a focar-te mais nos aspetos negativos, mas deves sempre parar um momento e recordar o que mais gostaste na tua casa. Assim podes colocar as coisas em perspetiva e avaliar melhor o que pode fazer.

2-    Usa ao teus sentidos
Se acha que já não gostas da tua casa, pode ser difícil encontrar algo que aprecies, mas usando os teus sentidos podes olhá-la de forma diferente. Faz um passeio sensorial rápido pela casa e procura os pontos positivos: o conforto do teu sofá, o cheiro a café acabado de fazer, um tapete macio…

3-    Não estar em casa
Imagina que estiveste fora durante algumas semanas, estás a chegar a casa, quando entras respiras fundo. Do que sentiste mais falta? Pensa na forma como a tua casa te ampara e conforta.

4-    Pensa para lá do visível
A tua hipoteca ou renda é comportável, permite-te viver dentro dos parâmetros que consideras fundamentais? A tua casa fica perto de quem mais gostas e de locais que aprecias? É sossegado? Os teus vizinhos são simpáticos? Há muitas variáveis que não estão visíveis quando olhas em teu redor, mas que são tão (ou mais) importantes que o próprio espaço da casa.

5-    As tuas visitas gostam da tua casa?
Quando o teus amigos te visitam, comentam como acolhedora e relaxante a tua casa é? É excelente para festejar, conversas de amigo, ou até para uma bela churrascada? Presta atenção ao que o outros dizem acerca do teu espaço.

6-    Olha pela janela
Tens uma vista privilegiada? Para o jardim, para a cidade, para uma bela árvore? Tens algum lugar favorito em que te sentas e sonhas?

7-    Olha para o lado positivo
Às vezes, tudo o que precisamos é de uma nova perspetiva para transformar algo negativo em algo bom. Um pequeno espaço pode fazer com que te sintas apertado, mas podes torna-lo menos cheio.

8-    O que é que a tua casa te permite fazer
Se gostas de cozinhar, de ler, de ver filmes ou jogar com os teus filhos, coloca o teu pensamento nessas atividades e assim não te focas nos aspetos negativos. Usar mais a tua casa é uma maneira fantástica de apreciares o que ela tem para te oferecer.


Continua assim: Se estas sugestões te inspiraram a olhar de uma nova forma para a tua casa. Presta atenção ao que nela te faz sentir bem, e assim, faz mais.

domingo, 19 de maio de 2013

Dicas - Sal: utilizações práticas no dia a dia




Limpar carpetes
Para recuperares a cores de uma carpete, passa-lhe um pano humedecido numa mistura de metade de sal e metade de água.
Se está suja de gurdura esfrega-a com uma solução de metade de sal para quatro partes de álcool.

Frigorifico sem cheiros
Lava o seu interior com uma mistura de sal e bicarbonato de sódio.

Lavar cafeteiras
Enche-as com água e junta quatro colheres de sopa de sal. De seguida, enxagua-as em água corrente.

Roupa
Retira as manchas de suor da roupa, colocando-as de molho com quatro colheres de sal por cada litro de água, antes de as lavares.

Forno limpo
Elimina o cheiro a queimado do forno borrifando-o com sal e canela. Quando este estiver seco, remove as manchas de sal com uma escova dura ou com um pano.

Cobre a brilhar
Limpa peças de bronze ou de cobre, esfregando-as com uma mistura de sal, farinha de trigo e vinagre, em partes iguais. Deixa repousar durante uma hora e, de seguida, limpa com um pano macio.

Flores duradouras
Conserva os ramos de flores por mais tempo, adicionando um pouco de sal à água da jarra.

Claras em castelo
Para que as claras subam mais rapidamente ao batê-las em castelo, junta uma pitada de sal fino.

Queijos sem bolor
Evita a criação de fungos nos queijos, sempre que os guardares no frigorifico, enrolando-os num pano humedecido com água salgada.

Fonte: Revista Segredos de Cozinha.




Dica: Sumos naturais bem fresquinhos


Para refrescar um sumo natural sem que ele vá ficando aguado o melhor é colocares algum sumo em cuvetes e leva-as aos congelador. Quando servires junta os cubos de sumo gelado ao restante sumo e mexe.

Dica: Bolo de chocolate mais humido



Para que o bolo de chocolate não fique seco, acrescenta à massa uma maçã ralada. Esta não altera o sabor e deixa o bolo humido.

terça-feira, 14 de maio de 2013

Batido de meloa



Para refrescar as tardes de sábado, nada melhor que um delicioso batido de meloa. Este fica espesso e cremoso.

½ meloa
2 iogurtes naturais
½ colher de sopa de mel
Canela para polvilhar

Descascar a meloa e cortar em pedaços. Colocar no liquidificador juntamente com os iogurtes e o mel.
Bater um minuto ou dois para que fique bem cremoso.
Colocar num copo com gelo. Polvilhar com um pouco de canela.
Podes decorar com um pedaço de meloa.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Pequenos passos para que a tua cozinha fique menos caótica



 
 
Pequenos passos para que a tua cozinha fique menos caótica:

A cozinha é o centro de atividades da tua casa. Lanches depois da escola, trabalhos de casa, conversas de amigos, tudo se faz na cozinha, não esquecendo a preparação das refeições. Com tanta atividade é fácil encher a cozinha de tralha. Manter uma cozinha bem organizada, funcional e acolhedora não é fácil.

Seguem algumas ideias que podem ajudar-te a manter a cozinha organizada e sem tralha.

·         Remover a desordem das bancadas, ficas com mais espaço para preparar as refeições e diminuis a possibilidade de acidentes. O aspeto visual do espaço melhora muito.
·         Não deixes nada desarrumado no lava-loiças nem na bancada, estás apenas a adiar o inevitável, o melhor é limpar e arrumar já.
·         Mantém os recipientes fora da vista. Potes decorativos são mesmo necessários? A bancada livre de objetos dá um aspeto mais limpo à cozinha.
·         Facas e utensílios devem ser colocados e organizados em gavetas e não em cima da bancada.
·         Mantem a bancada livre de pequenos eletrodomésticos. Torradeira, batedeira, etc, coloca-as num armário, terás mais espaço e a bancada fica mais fácil de limpar.
·         Se os armários também estiverem cheios e sem espaço, então tens um problema crónico que tem de ser resolvido:
o   Artigos promocionais, lembranças, canecas comemorativas que ninguém usa……doa a quem precisa
o   Copinhos e tigelinhas para crianças: se os teus filhos forem crescidos e já não usas…..doa a quem precisa
o   Se já não tens a panela, porque manténs a tampa??…….lixo
·         Liberta espaço nos armários, gavetas e prateleiras
·         Deita fora o que está velho, partido ou enferrujado

Agora sim, a tua cozinha está limpa e funcional.


Adaptação de uma artigo de Houzz.com


domingo, 12 de maio de 2013

Sopa de agrião com ovo





Hoje juntei mais um ingrediente à sopa de agrião, um ovo cozido, ficou deliciosa e as crianças adoraram.

Ingredientes:

2 batatas médias
1 cebola média
2 cenouras
1/4 de nabo
1/2 alho francês
1/2 courgete
1 molho de agriões
1 ovo cozido

Preparação:

Coloca todos os ingredientes numa panela cheia de água, à exceção do agrião e do ovo cozido.
Quando estiver tudo cozido, tritura e junta os agriões bem lavados. Assim que estiverem bem cozidos junta o ovo cozido bem picadinho e um fio de azeite, deixa ferver mais uns minutos, e já está...pronta a servir.

Dicas para evitar tanta tralha


Livra-te da tralha. Três propostas chave para não ter demais

1. Prescinde do prescindível

Se tens aparelhos, móveis, roupa...que não utilizaste nos ultimos dois anos, significa que realmente não necessitas deles

2. Limpeza duas vezes ao ano

Aproveita as mudanças de estação (verão/inverno) para fazer uma revisão de tudo o que tens e decide o que fica e o que sai.

3. Cada coisa no seu lugar

Se mantiveres as coisas em ordem , a desordem não se acumulará e não terás que intervir de forma radical.

Batido de frutas com iogurte


Para um lanche fresco, mas nutritivo

Tritura duas bananas e 100gr de morangos
Espreme duas laranjas
Junta a fruta, o sumo de laranja e um iogurte natural

Junta gelo

...já está, uma delícia bem fresquinha

Frigorifico - conservação de alimentos


A melhor forma de guardar os alimentos no frigorifico:
  • Carne: Envolve-a em película aderente ou coloca-a dentro de um saco de plástico transparente deixa-a num recipiente fundo  com rede para a isolar do suco que deita.
  • Peixe: guarda-o lavado e sem vísceras. Cobre-o com um pano humido e separa-o dos restantes alimentos.
  • Queijo fresco: Envolve-o com papel de alumínio, ou guarda-o num recipiente de vidro não hermético.
  • Fruta e verduras: em bolsas de plástico arejado e com papel de cozinha por baixo para absorver a humidade.

Quanto tempo duram os alimentos no frigorífico?
  • Peixe fresco: máximo 48 horas
  • Carne: não mais de 2 dias
  • Ovos: entre 15 e 20 dias
  • Pacote de leite aberto, sumos e sobremesas caseiras: 4 dias
  • Marisco cozido: até 2 dias

Onde guardar cada alimento:
  • Na parte superior: Queijo fresco, iogurtes, natas, sobremesas lacteas...
  • Na zona intermédia: Pratos preparados, restos de comida, bolos, tartes, conservas abertas...
  • Na parte inferior: Carne, peixe fresco limpo, fiambre, enchidos...
  • Nas caixas: Frutas, verduras, ervas frescas...
  • Na porta: ovos, leite, maionese, ketchup, sumos...

Para que o frigorifico funcione bem:
  • Regula a temperatura: 4º no verão e 5º no inverno.
  • Não o enchas demais deixa o ar circular entre os alimentos.
  • Verifica o interior pelo meno uma vez por semana, retira o ue não está em boas condições.
  • Não coloques alimentos quentes, a temperatura sobe e existe maior risco de contamonação.
  • Limpa-o pelo menos uma vez por mês.
Fonte: Revista Cosas de casa



COMO LIMPAR O SOFÁ

   O sofá devido ao uso, facilmente fica com zonas sujas e com mau aspeto, mas podes limpá-lo facilmente sem recorrer a serviços profissio...