domingo, 29 de junho de 2014

Ferraduras de chocolate

Ingredientes:
480 gr de farinha
100 gr de manteiga amolecida
250 gr de açúcar
10 gr de fermento em pó
 Raspa de 1 limão
4 ovos
3 colheres de sopa de chocolate em pó
1 dl de leite


Preparação:
Coloca a farinha num recipiente largo, abre uma cavidade ao centro e deita a manteiga, o açúcar, o fermento em pó e a raspa de limão. Envolve bem todos os ingredientes adicionando simultaneamente dois ovos o chocolate em pó e o leite. Deixa repousar uns minutos.
Liga o forno a 200 ºC. Polvilha a superfície de trabalho com farinha e trabalha a massa dando-lhe a forma de ferradura. Dispõe as ferraduras num tabuleiro untado com manteiga e pincela-as com os restantes ovos batidos. Se quiseres também podes cobrir com algumas amêndoas laminadas.
Leva ao forno cerca de 20 minutos. Retira-as do tabuleiro depois de arrefecerem um pouco.



sexta-feira, 27 de junho de 2014

Massa com bacon e cogumelos


Ingredientes (4 pessoas)
200gr de massa cotovelo
1lt de caldo de galinha
1 cebola
1 cálice de vinho branco
130 gr de bacon cortado às tiras
100 gr de cogumelos cortados em fatias(usei frescos)
3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
3 folhas de manjericão picado
Azeite
Sal e Pimenta qb
Sumo de 1/4 de limão
1 colher de chá de manteiga

Preparação
Refoga a cebola no azeite até ficar alourada. Junta o bacon e os cogumelos e deixa cozinhar. Junta a massa e o vinho branco. deixa ferver até que o vinho evapore. Adiciona o caldo quente de uma só vez. Tempera com sal e pimenta e deixa que a massa coza. Junta o sumo de limão. Adiciona o queijo e a manteiga. Mexe bem. Serve polvilhado com manjericão picado.
  


quinta-feira, 26 de junho de 2014

20 ideias para cozinhas pequenas


Gostarias que o espaço da tua cozinha rendesse mais? Aqui tens 20 ideias práticas e fáceis para o conseguires.

Porta de correr
Existem muitos sistemas e modelos e permite aproveitar até 1m2 na cozinha. Coloca uma de boa qualidade, se quiseres podes

Aproveita a altura das paredes
Os armários altos que chegam até ao teto multiplicam a capacidade de armazenagem. Para que a cozinha não fique demasiado cheia, coloca-os apenas numa parede e escolhe-os de cor branca e com portas de vidro.

Projeta os móveis à medida
São mais caros que os de medida standard, mas permitem aproveitar todo o espaço disponível.

Gavetas até no rodapé
Vale a pena aproveitar esses preciosos 10 ou 15 cm, neles podes guardar muita coisa. Usa essas gavetas para guardar o que não usas diariamente, como os sacos para o lixo.


Estantes – usa-as a dobrar
Com uma profundidade a partir de 10cm, as prateleiras permitem guardar muito. Tira maior proveito colocando ganchos na parte inferior. Se estão sobre uma zona de trabalho também podes colocar focos de iluminação.

Puxadores pequenos
Apesar de terem apenas alguns centímetros, ocupam espaço visual pois sobressaem nas portas dos armários. Escolhe portas de armário que abrem sobre pressão, ou que tenham o puxador embutido.

Superfícies brilhantes ou acetinadas
Refletem a luz, como tal, ampliam virtualmente o espaço da cozinha. Acabamentos lacados, metalizados ou polidos são excelentes para obter uma sensação de maior amplitude.

Sê rígida na organização
Se és desarrumada, a tua cozinha parecerá caótica e muito mais pequena do que é na realidade. É fundamental que tudo tenha lugar dentro dos armários e gavetas.

Não uses mais que três materiais
A uniformidade é sinónimo de amplitude. Assim, escolhe apenas um único material para o chão, outro para as paredes e outro para os móveis. Escolhe o tampo da bancada, as prateleiras e outros detalhes de forma a combinarem entre si. Aposta nos tons claros que ampliam o espaço.

Uma zona de refeições num espaço mínimo
Mesmo que a tua cozinha seja pequena, se tiver uma pequena zona de refeições terá um valor acrescido. Uma pequena prateleira rebatível e um banco são suficientes para poderes tomar o pequeno almoço ou uma ceia ligeira. O banco ainda te ajuda a alcançar os armários mais altos.




Barras para pendurar
Desde utensílios para cozinhar até aos acessórios têxteis ou uns vasos com plantas aromáticas. Com umas barras terás o que mais usas sempre à mão.

Aparelhos que ocupam menos
Existem eletrodomésticos de tamanho mais reduzido que se adaptam perfeitamente a cozinhas mais pequenas. Máquinas de lavar loiça, fornos e máquinas de lavar roupa de 40cm de largura (em vez dos 60cm convencionais) e frigoríficos mini para instalar debaixo da bancada, são bons exemplos.

Pequenas placas
Instalado uma pequena placa de apenas dois fogos (formato dominó) reduzirás para metade o espaço destinado a cozinhar. Assim ficarás com mais 30cm livres na bancada para poderes preparar os alimentos com maior comodidade.

Módulos com portas persiana
São muito úteis para ocultar os pequenos eletrodomésticos-cafeteiras, robots de cozinha…- não ocupando espaço sobre a bancada. O mais prático é que estes armários estejam equipados com tomadas para que possas ligar os equipamentos de uma forma prática e cómoda.

Eletrodomésticos polivalentes
São bons aliados das cozinhas pequenas, pois com um só equipamento ocupas metade do espaço e cumpre duas funções. É o caso das máquinas de lavar roupa que tamb´m são secadoras, fornos com função micro-ondas, etc.

Encastrados para que não se vejam
O frigorifico, a máquina de lavar, …se encastras os eletrodomésticos e colocas portas iguais aos armários conseguirás que passem despercebidos e o efeito visual na tua cozinha será mais limpo e amplo. É um gasto que vale a pena.

Pratos na sala de jantar
Às vezes o espaço é tão reduzido na cozinha que não cabe tudo. Sê prática e define as tuas prioridades. Se fazes as tuas refeições na sala, é lá que deves ter o serviço que usas habitualmente.

Cores vivas nos acessórios
Não renuncies às cores vivas, mas reserva-as para os complementos como os têxteis, móveis auxiliares, relógios e pequenos eletrodomésticos. Escolhe sempre tons coordenados.

Torneira debaixo da janela
Se não tens outra hipótese que seja colocar o lava loiças por baixo da janela, não te preocupes, existem torneiras rebatíveis que se podem reclinar bem para baixo e que assim te permitem abrir a janela.

Lava loiças de uma pia
Existe no mercado uma infinidade de lava loiças de diferentes materiais e medidas. Deves escolher o que melhor se adapta às tuas necessidades. A largura mínima para que seja prático é de cerca de 20cm. Mas o ideal, se tiver apenas uma pia, é que tenha cerca de 50cm, assim conseguirás que seja funcional.

Fonte: elmueble.com
Fotos: Pinterest

domingo, 22 de junho de 2014

Bolo de requeijão






Ingredientes:
450 gr de requeijão de ovelha
380 gr de açúcar
7 ovos
1 colher de sopa de canela em pó
2 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de farinha
Manteiga para untar e farinha para polvilhar

Preparação
Liga o forno a 170ºC, unta com manteiga e polvilha com farinha uma forma redonda. 
Passa o requeijão por um passador de rede, junta-lhe o açúcar e mexe bem. Adiciona os ovos, a canela, a manteiga amolecida, a farinha e envolve tudo. Verte a massa na forma e leva ao forno durante 45 minutos. Deixa arrefecer e desenforma.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

7 hábitos que te ajudam a manter o roupeiro arrumado



Finalmente conseguiste arrumar o teu roupeiro e sentes-te aliviada. O armário tem um excelente aspeto, tens mais espaço e dá-te menos trabalho a encontrar o que precisas. E agora…a natureza humana é terrível, os espaços vazios parece que nos pedem para ser preenchidos. Vais ter de ser forte e continuar a manter a ordem.

Tira uma foto – Tira uma foto do teu armário arrumado. Coloca-a no interior do armário, assim vais querer manter a organização que conseguiste anteriormente.

Foca-te nos ganhos -  Organizaste o armário, consegues ver tudo, estás mais propensa a usar o que tens e a comprar menos peças quase iguais às já existentes. Quem nunca passou por isto? Isto é…€€€ em caixa.

Não te deixes enganar – Até podes ter que investir em  alguns (poucos) materiais para te ajudar a manter o espaço arrumado – caixas, cestos…, mas evita sistemas caros e ineficientes que no final não te ajudam em nada.

Sem stress faz mais com menos – Se mantiveres o teu guarda roupa simples, coordenando algumas peças clássicas e versáteis com outras mais moda e acessórios, consegues duplicar as tuas possibilidades de escolha. Escolhe qualidade e versatilidade em vez de quantidade.

Controla o orçamento – Seja o teu orçamento grande ou pequeno, o melhor é que esteja bem definido. Não é fácil, mas controla as compras por impulso do que realmente não é necessário. Peças a mais e desnecessárias causam desordem, é um desperdício de dinheiro e fazem-te sentir mal. Frugalidade não é abnegação. Assim priorizas o que realmente é importante para ti. Viajar, um curso, um presente para alguém importante…Vê o que gastas em roupa que não usas e podes ficar chocada se pensares no que poderias ter feito com esse dinheiro. Roupa que não usas, não é mais que dinheiro desperdiçado pendurado no teu armário.

Sê fiel a ti mesma – Tens a certeza que o teu guarda roupa se adapta ao teu estilo de vida atual e é um reflexo de quem tu és? Ter demasiada roupa pode sugerir que ainda não conseguiste encontrar o teu estilo pessoal. Se selecionares e retirares do roupeiro as peças que mais gostas e mais vestes,  vais ver que existe uma linha comum, o corte, as cores, o estilo, os tecidos…e assim tudo se encaixa. Tem  isso em mente quando fores comprar roupa. Lembra-te também, que as roupas que te servem bem com o tamanho correto favorecem-te sempre mais que as demasiado apertadas ou largas.


Dá e sente-te melhor – Dar é gratificante. Descobre uma instituição ou família que precise e dá. Dá o que está em bom estado e não usas, alguém pode precisar e não tem.~
Fotos: Pinterest

COMO LIMPAR O SOFÁ

   O sofá devido ao uso, facilmente fica com zonas sujas e com mau aspeto, mas podes limpá-lo facilmente sem recorrer a serviços profissio...