segunda-feira, 11 de maio de 2015

Decora com pintura: Fácil, rápido e económico


Mudar a tua casa com uma simples pintura é simples e cada vez mais limpo e saudável. Descobre aqui o melhor tipo de pintura e as tendências para criar ambientes que reflitam a tua personalidade.

As cores claras continuam a ser lideres de preferência. Mas não falo dos brancos simples. Hoje em dia podes optar por uma vasta gama de cores. Nas salas os tons mais ‘’tostados’’são bastante elegantes, quando combinados com móveis brancos ou de madeira natural.


Para o quarto escolhe tons quentes, que criam ambientes acolhedores. Para a entrada dá protagonismo a uma parede, uma ideia criativa é dar-lhe um efeito oxidado, por menos de 20€ consegues numa tarde dar uma nova vida à tua entrada.

Também os móveis, radiadores, prateleiras e chão de madeira podem ser pintados.



5 truques para escolheres a cor perfeita

Atenção à orientação: A luz natural de uma divisão é fundamental apara a escolha da cor. Se tens muita luz podes ser mais criativa, se há pouca é melhor optares por tons claros. Estão na moda as variações de branco com algo de canela ou cinza pedra.
Controla os metros: Para  espaços pequenos escolhe pintura mate que transmite a sensação de profundidade e amplitude. Mesmo que tenhas muita luz, se o espaço  for pequeno são recomendáveis os tons mais claros.
Mede a altura: Se os tetos são baixos, o ideal é pintá-los de branco para que não pesem visualmente.
Combina com os móveis:  Os móveis influenciam a cor quer pelo seu estilo, quer pelo seu volume. Por exemplo, um móvel em wengé pede cores claras nas paredes. Os móveis claros podem ser combinados com cores mais intensas.
Seleciona o tom: Escolhe a cor com liberdade. As principais marcas de tintas dispõem de máquinas que criar a cor que mais gostas.


5 passos para conseguires o melhor resultado

Limpa: Para que a pintura adira bem e o resultado seja perfeito, deves eliminar o pó, gordura e humidade. Depois deixa secar bem.
Protege: Vais precisar de panos, papeis ou plásticos para cobrir os móveis e o chão. Para os rodapés, interruptores e marcos das portas e janelas usa fita de papel adesivo.
Prepara: A espátula para aplicar massa nas imperfeições. Lixa para alisar. Pincéis para os detalhes e rolos de 18 a 22 cm em fibra de nylon.
Sela: Os poros absorvem pintura, uma parede sem estar selada gasta mais pintura e o acabamento pode ser desigual. Se a superfície é porosa dá-lhe uma de-mão de primário.
Pinta: Aplica a pintura com rolo em várias direções e termina fazendo uma passagem na vertical no caso das paredes e na mesma direção no caso dos tetos.


A importância da cor
Neutros: A base perfeita. Para além do branco, as cores básicas funcionam sempre bem e não passam de moda. Beijes, brancos sujos e cinzas.
Quentes: Tons que abrigam. As cores quentes dominam e podem mesmo subir a temperatura da divisão. Amarelos, vermelhos e castanhos.

Frios: Os mais frescos. São ideais para casas em climas quentes ou de verão. Ampliam e potenciam a luz. Verdes, lilases e azuis.


Fotos: Pinterest

COMO LIMPAR O SOFÁ

   O sofá devido ao uso, facilmente fica com zonas sujas e com mau aspeto, mas podes limpá-lo facilmente sem recorrer a serviços profissio...